Para estas obras, estão a ser aplicados 482 milhões de meticais. O anúncio foi feito por João Machatine, que disse que depois da  intervenções no primeiro lote numa extensão de 10 quilómetros de estrada seguir-se-ão os trabalhos do segundo lote de 34 quilómetros.

A ideia é garantir transitabilidade segura nas estradas também na época chuvosa.

“ Até finais deste ano poderemos ter o acordo entre a União Europeia e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), para financiar a parte remanescente. As negociações com o governo estão num bom caminho”, disse. (RM Nampula)