A vila-sede do distrito de Búzi está isolada devido ao corte da principal estrada que dá acesso ao distrito do mesmo nome.

 Os caudais dos rios Púnguè e Muda também aumentaram causando inundações em diversos pontos, ao longo da estrada Tica-Búzi.

Perante a situação, uma vez mais as obras de rodovia tiveram que ser suspensas.

O acampamento do empreiteiro está submerso e não há condições pera se trabalhar, segundo explicou o delegado provincial da administração Nacional de Estradas, em Sofala, António Devesse.  “ Retirou algum equipamento das partes baixas para não perdê-lo. O próprio empreiteiro estava com dificuldade de levar as máquinas de uma margem a outra”,  disse. (RM)